Já pensaste em como será o profissional do futuro? A tecnologia está a mudar o mundo e leva-nos por um caminho ainda desconhecido.

No mundo globalizado, as transformações ocorrem à velocidade da luz e adequarmo-nos a estas mudanças é uma questão de sobrevivência. Temos de entender e de nos informar.

Quando paro para pensar sobre este assunto, lembro-me de quando era mais nova, de quando vivia de sonhos, de quando imaginava o que queria ser quando fosse grande. Sabem, tenho uma memória muito especial dessa altura.

Devia de ter uns 7 ou 8 anos e estava na escola primária. Nos intervalos, eu e as minhas amigas por vezes cantávamos a tão conhecida música dos Anjos “Quando Fores Grande”. Pois é, bons tempos, nós éramos umas verdadeiras cantoras. Depois do refrão cada uma de nós dizia o que queria ser quando fosse grande.

Queres saber o que queria ser quando fosse grande? Na verdade, não sei. Não me recordo do que dizia. Nada mesmo. Mas, lembro-me da felicidade com que o dizia.

O que me deixou a pensar como será o profissional do futuro e como é que eu vou ser como uma profissional do futuro? E tu, já pensaste sobre isto também? Estará a tua profissão em vias de extinção?

Continua a ler e descobre como será o profissional do futuro, quais são as habilidades que este profissional deverá ter.

Vivemos na era em que as crianças são influenciadas desde muito cedo por youtubers e outros influenciadores digitais. Perspectivas e gerações diferentes. Está tudo a acontecer muito rápido! A revolução digital transformou-nos como indivíduos e como sociedade.

Focado em tentar prever os avanços da Inteligência Artificial, bem como os desafios éticos decorrentes, um grupo de especialistas académicos e de tecnologia da Universidade de Stanford, divulgou o relatório “Artificial Intelligence and Life in 2030” que explora temas como saúde, segurança, entretenimento, educação, robôs, etc.

inteligencia-artificial-creative-focus

É sabido que a Inteligência Artificial pode levar a mudanças significativas no mercado de trabalho, principalmente através do uso crescente de robôs e sistemas inteligentes que assumem postos de trabalho mais qualificados.

A PwC estima por exemplo que 48% dos trabalhadores dos EUA serão substituídos por máquinas até 2027 – na Alemanha serão 35% e no Japão 21%. Este é um problema global e que vai afectar fortemente a economia mundial. Uma mudança que se vai intensificar nos próximos 10 a 20 anos.

Envoltos num cenário tão complexo e em rápida transformação, fica a dúvida: estamos preparados para este futuro já tão presente?

Profissional do futuro: A reinvenção do mercado de trabalho

As profissões são a forma que inventamos para disponibilizar conhecimento especializado. Há alguns anos atrás, o objectivo de qualquer profissional era conquistar um emprego fixo e estável. Naquela época, entrava-se jovem numa empresa e de lá só se saia já na reforma.

O cenário alterou-se completamente, mudanças económicas e principalmente os avanços tecnológicos reconfiguraram o mercado de trabalho e obrigaram as empresas e profissionais a reinventarem-se.

Embora ainda não estejam extintas, o GoBakingRates apresentou recentemente uma lista com as 15 profissões em risco de desaparecer nos próximos anos, como os técnicos de impressão, assistentes comerciais, funcionários dos correios, entre outros.

A agência de notícias chinesa Xinhua, já apresentou um robô apresentador de inteligência artificial capaz de fornecer notícias 24 horas por dia. – ver vídeo

profissional-futuro-creativefocus

Mas há mais, advogados, médicos, professores e arquitectos, por exemplo, também testemunham um redesenho radical nos seus trabalhos. Num mundo cada vez mais tecnológico e digital, serão analisadas quais as tarefas que podem ser desempenhadas por máquinas, quais as que podem ser feitas por seres humanos e quais podem ser realizadas em conjunto.

Se por um lado temos muitas profissões a desaparecer, por outro lado existem muitas profissões a aparecer.

Jeff Weiner, CEO do LinkedIn, destacou que 2 milhões de novos trabalhos vão surgir nos próximos quatro anos. E de acordo com uma pesquisa feita pela consultora McKinsey, para cada posto de trabalho que vai desaparecer pelo avanço da tecnologia, dois novos serão criados, especialmente em startups.

Desigualdade no mercado de trabalho

A Comissão Europeia publicou a edição de 2018 do relatório anual sobre a evolução do emprego e da situação social da Europa, destacando que, entre 37% a 69% dos postos de trabalho poderão ser parcialmente automatizados num futuro próximo, sendo os mais afectados os trabalhos rotineiros de baixa qualificação exportando, os de salário mais baixo.

Isto faz com que o mundo caminhe para uma desigualdade jamais vista antes. E até já existem algumas ideias e soluções que estão a ser pensadas e até debatidas a nível global, como o RBU – Rendimento Básico Único, um conceito que defende a atribuição de um apoio capaz de assegurar uma vida digna, sobre as necessidades básicas de cada indivíduo.

Mas, é algo que me leva a pensar: O que poderá ser uma necessidade básica para cada indivíduo? O que é básico para ti? Como vai ser desenhado este pacote de necessidades?

robot-futuro

Como é que nos podemos preparar?

Já imaginaste como vai ser o profissional do futuro? Advogado de robôs? Tudo é possível certo? Afinal, há 20 anos atrás ninguém imaginava que youtuber, seria uma profissão.

O futuro é desconhecido e ninguém ainda sabe muito bem como dar resposta a estas questões. Quanto mais olhamos para o futuro, mais percebemos que o ritmo acelerado do mercado de trabalho exigirá de todos nós, profissionais, um conjunto de habilidades essenciais.

As habilidades do profissional do futuro

Com o objectivo de compreender quais as habilidades fundamentais do profissional do futuro para prosperar no mercado do trabalho, o WEF (World Economic Forum) questionou especialistas em recursos humanos e em gestão estratégica das maiores empresas do mundo.

Como resultado da pesquisa foi apresentado o relatório The Future of Jobs: Employment, Skills and Workforce Strategy for the Fourth Industrial Revolution. Neste documento, são reveladas as 10 habilidades que os profissionais deverão aprender até 2020. São elas:

1. Resolução de problemas complexos
2. Pensamento crítico
3. Criatividade
4. Liderança e gestão de pessoas
5. Trabalho em equipa
6. Inteligência emocional
7. Julgamento e tomada de decisões
8. Orientação a serviços
9. Negociação
10. Flexibilidade cognitiva

Repara que quase todas estas habilidades são mais comportamentais e não tão técnicas. No entanto, para ser bem sucedido o profissional do futuro vai ter que saber COMO PENSAR e não O QUE PENSAR.

Em outras palavras, o profissional do futuro tem que ser um Lifelong Learning, ou seja, um aprendiz para toda a vida.

O analfabeto do século XXI não será aquele que não consegue ler e escrever, mas aquele que não consegue aprender, desaprender, e reaprender.

– Alvin Toffler

profissional-futuro

 

 

 

 

 

 

Guarda esta imagem no Pinterest para não te esqueceres quais são as 10 Habilidades do Profissional do Futuro.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Profissional do Futuro e a Consciência

A mente humana ainda é dos campos de estudo mais complexos que existem. Portanto, mesmo com alguns avanços tecnológicos já feitos, reconheço que ainda deve demorar algum tempo até construirmos um robô que seja capaz de reflectir sobre a sua própria existência, como nós seres humanos.

Apesar de já estarem a testar (como podes ver neste vídeo) acredito que o que nos vai diferenciar é a consciência humana de sentir. Sim, porque uma coisa é “simular” um sentimento, outra coisa é realmente senti-lo.Temos de olhar para dentro de nós e de saber lidar com as nossas emoções.

O profissional do futuro, nada mais é do que o ser humano do futuro.

-Michelle Schneider

As novas tecnologias ainda vão gerar muitos debates, mas o que podemos prever é que muita coisa ainda vai mudar. E tu, o que achas? Partilha a tua opinião nos comentários.

Se este artigo faz sentido para ti, não esqueças de compartilhar. Acredita que isso significa muito para mim e faz com que este conteúdo possa ajudar outras pessoas.

Obrigada pela leitura!

Gostas deste artigo? Guarda-o no Pinterest.

profissional-futuro-habilidades

Partilhar: